os livros didáticos

Os materiais de apoio ao trabalho docente são de extrema importância para professores e alunos no processo de ensino e aprendizagem.

Embora tenham sido rejeitados há algum tempo, principalmente os livros didáticos – por trazerem grande quantidade de perguntas objetivas, do tipo “o que é”, “defina”, etc., que induziam os alunos à cópia, contribuindo pouco para o desenvolvimento e a compreensão do conhecimento proposto – os materiais de apoio são recursos essenciais para aprimorar a qualidade das aulas.

Atualmente, contamos com uma ampla gama de livros didáticos, paradidáticos, vídeos, softwares, etc., para contribuir com os objetivos educacionais, no entanto, diante de tanta informação, surge a problemática de como selecionar tais materiais.

É certo que a melhor escolha dos materiais deve ter como premissa o contexto escolar. Suas utilizações devem constituir um apoio efetivo, oferecendo informações corretas e apresentadas de forma adequada à realidade do aluno. O método de utilização é tarefa do professor; ele pode introduzir uma unidade que não existe no material ou deixar de abordar um de seus conceitos.

Uma ferramenta útil para selecionar materiais didáticos ou paradidáticos pode partir de quatro perguntas básicas, as quais podemos responder após análise: O material é correto do ponto de vista conceitual? A metodologia de ensino proposta é estimulante, evitando grandes memorizações? Existe evidente preocupação com a integridade física do aluno, com recomendações expressas de segurança e primeiros socorros, em especial nas atividades práticas? Existe evidente preocupação em evitar o estabelecimento de preconceitos e estereótipos, retratando a diversidade étnica brasileira, evitando associar classe social, etnia, gênero (masculino / feminino) e minorias a figuras mais ou menos prestigiadas socialmente?

Caso alguma das quatro perguntas não mereça “sim” como resposta, é preciso reconsiderar a decisão de adotar o material para os alunos, pois, o uso de materiais indevidos poderá conduzi-los a conceitos errados, expô-los a riscos ou mesmo sedimentar preconceito e prejudicar sua atuação social no futuro.

Eliane da Costa Bruini
Colaboradora Brasil Escola
Graduada em Pedagogia
Pelo Centro Universitário Salesiano de São Paulo – UNISAL

Fonte: http://www.brasilescola.com

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s