Votação parcial no STF aponta 5 x 1 contra a intervenção federal no DF

Cezar Peluso considerou que não há mais elementos que justifiquem a intervenção no DF, medida descrita como “excepcionalíssima” e que “não se faz mais necessária”. Segundo Peluso, a capital federal vive um contexto diferente daquele que justificou o pedido de Gurgel, em fevereiro deste ano. O presidente do STF citou a prisão e afastamento definitivo do então governador José Roberto Arruda e a eleição indireta do atual governador Rogério Rosso, que, segundo ele, vem administrando o governo local com normalidade.

Essa normalidade foi contestada por Ayres Britto. O ministro disse ter se informado sobre a administração do governador Rogério Rosso e ponderou: “Encontrei um estado de letargia, não funcionamento”. Disse ainda que “o DF padece de leucemia ética, democrática e cívica no âmbito legislativo e executivo”.

o Distrito Federal pede socorro!!!

fonte: Correioweb.com.br

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s